quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

A menina da Metamorfose Ambulante


'Meus cabelos pela grama e eu sem nem querer saber

Por onde começo ou onde vou parar...

Vou adiante como posso

Liberdade é do que gosto...'



Todos os dias enquanto vou para a faculdade fico olhando a paisagem pela janela, ouvindo qualquer canção e pensando pensando na vida...
A vida é mesmo movimento, acho que eu sempre soube disso, mas depois que li Clarice eu entendi que a vida é mesmo transfiguração.
Tudo muda.
E isso é tão maravilhoso!
Fala sério, já pensou como deve ser super tedioso ser um eucalipto? Plantado em fila, tão igual aos outros, sempre tombando para onde manda o vento, sempre em uma dança simultânea...
Não nasci para isso sabe... Nem coreografia eu conseguia fazer, ainda bem!
Porque é tão mais divertido você mostrar o seu ritmo, para quê seguir alguém?
Para quê ser a cópia do movimento do outro, se você tem o seu próprio ritmo, a sua própria ginga, se você tem o seu jeito único de se movimentar?
Eu não nasci para eucalipto não.
Eu fico olhando todos os dias, nem a paisagem permanece a mesma, às vezes o céu está mais claro, às vezes existem muitos carros pelo caminho. Nem a paisagem se contenta em ser sempre do mesmo modo!
Por que eu então é que tenho que ser?
Pra quê ter sempre a mesma opinião, o mesmo ponto de vista, a mesma respostas?
Não vale a pena ter tanta certeza, no fim vai tudo mudar mesmo e as respostas que você achou que eram certas, já mudaram.
Lógico que não dá para viver uma vida tão relativa assim, eu nem sei se acredito na relatividade mesmo. Há que se ter algumas certezas, no mínimo. Eu tenho as minhas, não digo que não são inabaláveis, mas eu luto por elas.
Acho que é tudo questão de acreditar, eu acredito nas minhas certezas.
E acredito também na força da dúvida.
A força que faz o mundo girar, que faz com que eu não seja uma paisagem monótona. Pelo amor gente, nem o deserto tem sempre a mesma forma!
Hoje eu gosto do branco, amanhã se quiser amar o preto me permito mudar.
Eu vejo a beleza da metamorfose, Martha Medeiros diz que sempre mudamos para melhor, e eu vou com ela.
Acho que quem não se renova fica preso, deixa de viver, passa a ser aquilo que sempre foi, com o tempo deixa de sentir até o vento batendo no rosto e bagunçando o cabelo.
Tem tanta gente que me acha maluca porque eu mudo tanto. Não me importo.
Eu estaria louca se ficasse para sempre do mesmo jeito. Sem alteração...
Já reparou que até uma folha de papel em branco, se deixada exposta, se altera?
Nem que seja pela poeira, mas ela vai escurecendo pouco a pouco.
A gente é assim também. Se a gente estagna e fica lá, esperando a vida, ela vai passando, deixando a gente amarelado para trás.
E até parece que eu vou deixar a minha vida passar e ficar para trás! Não mesmo!
Cada segundo que passou eternizou algo, deixou para trás, o que eu sou agora, não serei jamais.
Não tem como, não dá para viver duas vezes a mesma coisa.
Até os filósofos falaram sobre isso já.
A não ser que você viva no vácuo, se parar por cinco segundos e reparar verá a mudança acontecendo em alguma coisa a seu redor. E mesmo que não veja, ela acontece. Dentro de você milhares de células morreram e novas surgiram, seu coração bombeou sangue para o corpo, você está vivo!
Tenha orgulho então, aproveite essa oportunidade de ser o que quiser ser, porque só você tem potencial para cuidar da sua vida.
Só você pode mudar aquilo que te faz mal ou te deixa triste, só você pode tentar retardar um pouquinho o tempo para continuar sentindo a felicidade de estar no abraço apertado de quem se ama.
Só você pode escolher quando é hora de mudar, de deixar para trás algo bom e correr atrás de algo maravilhoso.
Vida de eucalipto não presta, no fim eles sempre viram papel...
É clichê demais, mas se hoje fosse o último dia das nossas vidas, eu teria vivido como se fosse o primeiro, um dia de descobertas, de olhar o novo que se apresenta diante de mim.


'Nascemos todos os dias quando nasce o Sol. Começa hoje mesmo a vida que te resta'.

(Ligya Fagundes Telles)

(Música: Meu Amor se Mudou para a Lua - Kid Abelha)

10 comentários:

  1. Muito bom o texto... éh acho que num dá mesmo pra ser eucalipto né!¿ rs ... um viva a possibilidade de mudança! \0/ e um viva a sua capacidade de se fazer entender através das letras! bj no ♥ [By Nii Flinston!]:)

    ResponderExcluir
  2. ah tão tão lindo... De fato, muitas pessoas torcem o nariz, para pessoas de constante mudanças, é gente de cabeça fechada, uma coisa que só a mudança pode dar um jeito, a mudança, nos deixa sobre tudo com uma cabeça mais aberta, e mais atenta para tudo que acontece ao nosso redor, nos deixa aberta para várias opiniões... por isso torço para que todos sempre mudem, e se reinventem a cada dia!

    :)

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Fui ler seus primeiros textos, eee... Tomara que todas aquelas feridas o tempo realmente já tenham as cicatrizadas, e tenho quase certeza que em muitos momentos (apesar de tuuudo), você ainda deve sentir um falta delas, mas tu sabe, que pessoas que não te aceitaram como você é... Não tem jeito, amizade pra mim também é coisa bem séria, é ter respeito um pelo outro, respeito sobre diferentes opiniões, sobre diferentes gostos, duas pessoas não podem ser iguais, pensar idênticas... a amizade é feita pra dividir, todas as dificuldades, os sonhos, as conquistas, vitórias, alegrias, e a cima de tudo pra somar, um na vida do outro!
    Quem sabe elas não mudem? Já que seu ultimo post falou tanto sobre mudanças... Elas podem sim ter uma grande mudança positiva na forma de pensar, e de agir... E talvez o tempo prepare uma reviravolta na vida de vocês!
    Ah obrigada pelos elogios, obrigada mesmo por perder seu tempo lendo meus textinhos, não preciso dizer que tu escreve coisas magníficas, e que gostaria de ter tempo pra ler todos os textos que tem aqui, vou lendo... Um dia eu termino!
    -asuhauash ainda bem que tu não é corintiana [2], em pouco tempo parece que descobrimos um quantidade significativa de coisas que temos em comum! E tu pode achar que é brincadeira, mas meu nome é... Tainá :)
    beijo

    ResponderExcluir
  5. ah exclui o cometário porque tinha uns erros de coerencia...

    ResponderExcluir
  6. é, tu esta certa (yn), o importante também é tirar uma lição de tudo que vivemos.
    orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=17173307275443360369
    :)

    ResponderExcluir
  7. Adorei! A rotina incomoda, essa é a real, não mudar é deixar que caia na rotina. É péssimo! Adoro mudanças também ahaha

    ResponderExcluir
  8. e pensar que a gente espera o ano novo pra continuar as coisas novas, sendo que a gente renasce a cada dia .-.
    Vc está lendo A menina que roubava livros! é lindo *.*
    :*

    ResponderExcluir

Lembre-se que você me faz feliz. Críticas serão sempre aceitas, desde que você use de um mínimo de educação. Eu jamais ofendo ninguém, tente prezar a reciprocidade.
Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...