quinta-feira, 13 de maio de 2010

O que aconteceu com o mundo?


'E a alta burguesia da cidade
Não acreditou na história
Que eles viam na tevê'

Então finalmente eu começo a enxergar fatores externos desse mundo violento que vejo na tevê. Começo a enxergar pessoalmente e isso é tão assustador que não sei bem como descrever.
Hoje fui ao sepultamento de um ex-aluno, um garoto de 14 anos como quase todos os garotos da idade, falante em excesso, com pouca atenção e uma vontade imensa de viver, de jogar futebol, de fazer coisas típicas de um adolescente.
Infelizmente já aprendi que as pessoas morrem mesmo, teria aceitado com mais facilidade se ele tivesse sofrido um acidente ou sofresse de alguma doença séria.
Mas ele morreu espancado. Ao que tudo indica o garoto para quem dei aula, o garoto que me irritava mas que tinha sim um potencial, que era inteligente e que sabia se expressar melhor que os outros da classe, o que era o craque do time da escola morreu porque tinha dívidas de droga com alguns traficantes.
Nunca soube do envolvimento dele com esse tipo de coisa, mas não duvido. É a geração que poderia mudar o mundo, a geração que ainda insiste em experimentar coisas que meus pais experimentaram na época do Woodstock.
Que tipo de pessoas estamos formando? Fiquei me perguntando o dia todo como alguém morre por dívidas de droga, como um menino tão novo consegue se envolver nisso, pior, como meninos da idade dele se juntam para espancar uma pessoa por cem reais?
É isso que vale uma vida?
Abomino qualquer tipo de droga, qualquer tipo de substância entorpecente que me tire a consciência, talvez tenha sido minha criação, talvez a minha geração que ainda tenha aproveitado o pouco da consciência pós-hippie, talvez meu caráter. O fato é que não bebo, não fumo e sou feliz.
Sempre pensei que não seria o tipo de pessoa que fala desse tipo de crime, afinal, moro em uma cidade onde todos se conhecem, uma cidade com menos de dez mil habitantes, uma cidade tida como pacata.
O crime chega a todos os lugares. E deixa uma marca funda nas pessoas, em mim uma marca mais funda ainda.
Fica a sensação de que estamos todos fingindo que não vemos a prostituição se espalhando, os meninos da idade do meu irmão vendendo droga nas esquinas.
Faz de conta que esse mundo é perfeito.
Faz de conta que não existe o crime, não existe o pecado e não existe a dor.
Faz de conta que ele estava dormindo, que não sabia o que fazia, que vai poder continuar me irritando da próxima vez que nossos destinos se cruzarem.
Quem sabe assim dá mesmo pra viver feliz para sempre.

(Pelo som de Faroeste Caboclo - Legião Urbana)

8 comentários:

  1. E assim como chega até as montanhas do alto do jequitibá, a gente pode chegar mundo a fora e dizer que "não", que não queremos drogas, prostituição, mentiras e banalismos.
    Surreal? Não, a gente faz a nossa parte assim como a história do passarinho que leva uma gota de água ao incêndio da floresta. Sei tbm que é mta historinha pra quem enterrou um filho, mas eu continuo dizendo "não".
    Que Deus nos abençoe!
    Te amo pão de queijo...

    ResponderExcluir
  2. Pois é Tay. Às vezes as pessoas escolhem percorrer caminhos errados, mas só percebem o erro quando não há mais tempo para voltar e escolher um caminho mais seguro para se viver. Espero que isso mude. Mas acho que os adolescentes de hoje adquiriram muita liberdade por conta própria e só fazem o que querem, sem medir consequências e sem ouvir conselhos bons.
    Eu, assim como você,"não bebo, não fumo e sou feliz."
    Beijos, e fique com Deus!
    :D

    ResponderExcluir
  3. De arrepiar, thay!!

    Bom, "vem cá, meu bem, que é bom te ver! O mundo anda tão complicado que hoje eu quero fazer tudo com você"

    beijoo

    ResponderExcluir
  4. Tay :)
    Tem selinho pra vc no meu blog *-*
    beijoos

    ResponderExcluir
  5. Arrepiei. É dura e terrível essa realidade. Apesar de ser difícil. Fantasiar um mundo perfeito talvez torne a vivência um pouco menos penosa.
    =´[. Ainda comovida. Que texto lindo.

    ResponderExcluir
  6. Não tinha medo o tal João de Santo Cristo (8)

    adoro!

    Tem um selo pra ti no meu blog, ta?

    ResponderExcluir
  7. Participe da campanha "Música em troca de Fraldas", que visa ajudar às crianças desabrigadas pelas chuvas no RJ:

    Música em troca de Fraldas



    Dia 23/05 tem Show do #Riounido, que visa ajudar às crianças desabrigadas pelas chuvas no RJ:

    #RioUnido

    ResponderExcluir
  8. Perfeiçãaaaao o BLOG. flor / to seguindo!

    ResponderExcluir

Lembre-se que você me faz feliz. Críticas serão sempre aceitas, desde que você use de um mínimo de educação. Eu jamais ofendo ninguém, tente prezar a reciprocidade.
Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...