terça-feira, 2 de março de 2010

Apenas diga o que preciso ouvir


'Então me diga
Se você ainda gosta de mim
Porque de você eu gosto
Isso não deve ser assim
Tão ruim'


Hoje nós tivemos aquela conversa tão importante debaixo de uma sombrinha estampada com as cores do arco-íris.
Hoje eu vi o quanto te amo tanto, bem mais do que eu sempre pensei que seria capaz de amar alguém, é clichê, mas você sabe que eu não sou essa chorona que desaba só de sentir você tocar meu rosto.
Deus, como eu te amo!
Eu bem que vivia dizendo que esse era o método de descobrir o quanto alguém é especial, se imaginando sem.
Doeu tanto, ainda está doendo, mas agora eu tenho um pingo de esperança do tamanho de toda a chuva. A chuva que pra a gente tem tanto significado.
Parece que sempre esteve chovendo para nós, não é mesmo?
E para todo mundo a chuva é nostálgica, para mim é você.
Você que eu nunca quero perder, você que me faria desistir de todos os sonhos, porque não tem graça a realização se eu não puder estar ao seu lado para comemorar.
Parece exagero, pouca gente ama assim.
Mas é egoísmo mesmo, eu não quero não sorrir todos os dias quando acordo, não quero sentir o frio que senti só de me imaginar sem você.
Não me quero sem você.
Fazer o quê se até a me amar eu aprendi com você?
Sou uma boba saída de comédias românticas, você sempre diz.
Espero tanto, tanto, tanto que hoje seja mais um capítulo de uma história de lágrimas, chuvas e sorrisos no fim das contas.
Porque quero acreditar que você é o único que tem paciência, o único que é capaz de entender as burrices que eu faço, o único que é capaz de perdoar quando eu estrago tudo, quando eu por medo de perder você, te escondo meus problemas.
Quero acreditar que a gente é pra sempre e bem mais, que a gente é pra todo o resto que vier depois do pra sempre.
Quero que no fim do dia você me abrace e me faça chorar de novo só pelo seu toque, porque eu entendi que eu desisto de tudo com o sorriso nos lábios, se não precisar abrir mão de você.
Cansei de dizer, mas 'não quero nunca te perder'.

'Pra você guardei o Amor que nunca soube dar...'

(Ao som de: Me diga e Pra Você Guardei o Amor - Nando Reis)

6 comentários:

  1. Ô, que lindo!
    Pois eu poderia usar tuas palavras para descrever o que passo. Não dá para imaginar uma vida sem esse amor, né? Difícil demais, dolorido.

    Então nem pensa, viver isso é melhor.

    Bonito texto, Tay!
    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  2. ei, to seguindo voce , amei seu blog ;DD'
    me segue tb ?
    http://sonhandodesaltoalto.blogspot.com/

    beijo ;*

    ResponderExcluir
  3. lindo!

    'pouca gente ama assim' faço parte dessa parcela, também!

    ResponderExcluir
  4. Sendo sincera, parei pra ler o texto porque começou com uma música do Nando Reis, mas quando vi que suas palavras se parecem com as minhas, me identifiquei tanto que prendeu minha atenção do começo ao fim. Estou te seguindo, passa no meu blog. Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Tem um selinho lá no meu blog, vê lá :*

    BLOG: http://deinvernoaverao.blogspot.com/

    O seu blog tá lindo õ/

    ResponderExcluir
  6. Agora você que me deu MEDO! hahaa Eu estava cantarolado o DIA TODO "me diga"!! ;D

    Enfim, lindissimo texto, Tay! Caramba, não ando gostando desse teu sumiço de 36 horas, não! rs

    Um beijo gigante!!!

    ResponderExcluir

Lembre-se que você me faz feliz. Críticas serão sempre aceitas, desde que você use de um mínimo de educação. Eu jamais ofendo ninguém, tente prezar a reciprocidade.
Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...