terça-feira, 3 de janeiro de 2012

De tudo que eu queria


'Você me faz bem quando chega perto
Com esse seu sorriso aberto'

Tempos atrás eu apostei que um dia pararia para contar a nossa história. Eu acreditei fortemente que haveria algo nela que encantaria todas as pessoas e faria com que se desejasse ter um amor assim. Hoje, diante de tanta história nossa para ser contada me calo, tento pensar em tudo que já quis dizer e que hoje sinto tão nosso, nosso livro secreto, cheio de rabiscos e desenhos e frases soltas em meio ao amor que a gente escreveu junto.
Às vezes eu quero parar o mundo para estar com você, às vezes eu quero apertar tanto a sua mão a ponto de querer que a minha seja parte dela, às vezes eu choro e entre um suspiro e outro é o seu nome que vem. Mas sempre, sempre, é com você que quero estar. Se eu fosse boa suficiente com estatísticas te garantiria em números que não houve um dia sequer desde aquele primeiro beijo evidente dado tempos antes de ser beijado em que o meu desejo maior não fosse me perder no seu sorriso.
Ainda que eu fosse a maior fã do gênero romântico, eu jamais teria imaginação suficiente para desenhar o que teria sido de mim se pudesse me transformar em outra coisa quando você me sorrisse. Sabe amor, é o modo como os olhos ficam pequenos, o lado direito cria uma covinha que é quase imperceptível e eu me perco por ali.
Você me ama pelos lábios, e é um amor de dentes e língua e tudo que é permitido, não se sabe amar de meio sorriso, amarelado, envergonhado. Você me sorri  por inteiro, sorriso de alma. E eu fico querendo emoldurar no céu o seu sorriso, porque as estrelas que tinham domínio sobre meus olhos nem são do mesmo jeito faz quase sete anos. Porque estando estampado no céu talvez alguém consiga olhar e sentir tudo que sinto, talvez o amor possa inundar a terra vindo de um sorriso seu, como me inunda.
Ou talvez eu possa apenas me perder como Alice no meu País das Maravilhas e morar para sempre ali, dentro do que me faz tão bem.

(Ao som de Luiza Possi - Tudo Certo e Nando Reis - Hoje Mesmo)

9 comentários:

  1. Que lindo!
    Daí que histórias e textos assim fazem a gente suspirar.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Realmente não sou a pessoa mais romantica do mundo, mais seu texto foi muito intenso parabéns !

    ResponderExcluir
  3. Ah o amor, o amor nos faz tão bem, nos faz sorrir sem mesmo perceber!
    Beiijos, ótimo texto.
    http://cartasp-voce.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. ai ai, o amor. Como queria poder sentir todas estas coisas ...

    ResponderExcluir
  5. Que bela história e o melhor disso é você saber que não esta nos contos de fada, por que vocês fizeram o conto acontecer.
    Parabéns pelo post.

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. tá, sou fuxiqueira, é verídico?

    se for [tô meio lesadinha hoje] vcs não estão juntos não? um amor tão bonito! =[

    ResponderExcluir
  7. O texto é lindo! Eu não sou a pessoa ideal para falar sobre o amor, afinal acho que nunca 'amei' de verdade, mas quem sabe um dia eu encontre alguém pra compartilhar minha vida e meus sentimentos, e enquanto esse alguém não chega, vou aproveitando minha juventude :D
    Adorei sua visita lá no meu blog, fiquei lisonjeada. Faz um tempinho que passo por aqui e pelo blog criativo e compulsivo, e eu simplesmente adoro os textos. Entendo que você não tenha muito tempo pra retribuir todos os comentários ao mesmo tempo. É uma pena seus textos não terem tantos comentários, afinal, são muito bons. Se você me permite eu poderia divulgar seu blog lá no PG, posso fazer um post falando sobre ele, sobre seus textos, quem sabe podem aparecer mais leitores? kkkkk.
    Beijão.

    www.ponhaglitter.tk

    ResponderExcluir
  8. Que lindo texto *-* Fiquei imaginando como deve ser delicioso amar assim, aiai.
    http://www.dinhacavalcante.com

    ResponderExcluir

Lembre-se que você me faz feliz. Críticas serão sempre aceitas, desde que você use de um mínimo de educação. Eu jamais ofendo ninguém, tente prezar a reciprocidade.
Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...